quinta-feira, 15 de maio de 2008

in Diário de Notícias de 15 de Maio



Humor com História


Será a brincar com coisas sérias que seis actores da COM.TEMA vão dar corpo à comédia 'História Rapidinha do Funchal', que estreia sábado no 'Baltazar Dias'
A dois dias da estreia, intensificam-se os ensaios da nova comédia 'História Rapidinha do Funchal', até porque os diálogos ainda não estão no 'ponto', ou seja, completamente interiorizados. Mas é este tipo de frenesim que a COM.TEMA adora. E isso vê-se no empenho que está a colocar neste novo espectáculo, cuja primeira sessão está marcada para sábado, dia 17 de Maio, às 21h30, no Teatro Municipal Baltazar Dias.
Em palco, seis actores propõem-se a brincar com coisas sérias, já que tudo o que irão contar e aquilo que o público irá ouvir será surreal... ou não... certo é que a História da Madeira será passada a pente fino, particularmente os acontecimentos ligados ao Funchal, ou não estivesse esta peça integrada nas comemorações do quinto centenário da capital madeirense e em ano do Europeu de Futebol.
Com o apoio de mais um actor, Tiago Góes Ferreira, os sempre irreverentes Nuno Morna, Pedro Ribeiro e Paulo Lopes vão contar praticamente toda a História do Funchal, sem sair do palco, ao longo de 90 minutos. A este elenco juntam-se também Mara Abreu e Marta Garcês que participaram em 2007 na comédia 'Comichão Europeia', peça levada ao palco pela COM.TEMA.
Conforme explica a companhia de teatro, no novo espectáculo 'História Rapidinha do Funchal' assenta em pressupostos: acção 'non-stop' em palco a um ritmo frenético sem interrupções (salvo algumas intervenções em filme projectado); os actores estarão quase sempre em palco, nunca se retirando para os bastidores; cada actor interpretará diversas personagens, utilizando adereços básicos para o fazer tendo a peça cerca de 30 personagens; a acção não se limitará ao palco, sendo possível ver os actores nos camarotes ou mesmo na plateia; todos os momentos da história do Funchal retratados em palco são descritos sob um ponto de vista cómico sem desprestígio nem humor barato; e o critério de selecção desses mesmos momentos será também humorístico, embora sejam também ilustrados momentos marcantes da história de Portugal e do mundo. De referir que o texto contou com a colaboração técnica do conhecido historiador reputado: Prof. Dr. Rui Carita da Universidade da Madeira.
A comédia 'História Rapidinha do Funchal' vai estar em cena de 17 a 31 de Maio. Os bilhetes custam 10 euros e estão à venda na bilheteira do 'Baltazar Dias'.


João Filipe Pestana

2 comentários:

Laís dos Santos disse...

Depois de ler o blog inteirinho, os meus mais sinceros parabéns!
Se o Vou-te Bater, o Vou-te Bater Outra Vez e o Choque Tecnológico foram geniais, este então... Há-de ser chiquemane! E amanhã estou lá!

n3x1_n3x1 disse...

Ola, nao sei como contactar a equipa, gostaria de obter uma informação: Um deficiente motor, que esta de cadeira de rodas paga entrada? Gostava imenso de ver amanhã a peça(O Ribeiro e companhia Lda), levar meu irmão(deficiente motor), mas tenho familia de 5pessoas e a 10euros ja da 50euritos...mais deficiente...
Sera k posso obter resposta?
Agradeço antecipadamente,

Cumprimentos.
Poderam responder para meu blog:
http://www.casosvidagrela.blogspot.com/

ou email: madeira.4@hotmail.com